sexta-feira, janeiro 26, 2007

O sonho dos homens em tornarem-se Cristo.



“- tudo na minha vida sempre foi difícil, lutei muito pra conseguir isso. Essas palavras não são minhas. São de uma moça que estava me contando suas frustrações. – agora o pai do meu filho, não quer pagar a pensão. E eu mais uma vez tenho que arcar com tudo sozinha.
- Você já consultou um advogado?
- não, mas eu tenho medo que ele fique na cadeia e ai não pague nunca.
- Mas você acha justo arcar com tudo sozinha sem a participação dele.
- pois é como eu te falei tudo pra mim é difícil. Eu sou espírita e eu tinha sonhos que estava pisando em pedras o tempo todo e ai me explicaram que são as coisas que eu tenho que pagar.
- e você já pensou que não precisa ser assim, que nós viemos pra aprender e não para sofrer.
- há, eu não sei.
- no caso do pai do teu filho, procura os teus direitos. No Brasil um homem pode ser preso se não pagar pensão alimentícia.
- eu já falei isso pra ele, mas ele ri na minha cara.
- criatura, para de sofrer, temos o poder de criar a nossa realidade, o que tu imagina acontece.
-há Fátima não sei não. Eu fico preocupada. “Às vezes nem durmo direito.”
Esse diálogo eu tive com uma moça que trabalha como empregada doméstica em um dos apartamentos do prédio onde moro. Após essa conversa comecei a pensar, porque temos o hábito de sofrer. Porque carregamos tanta culpa. Pra que, por quê? A vida seria tão mais simples se cada um assumisse somente a sua responsabilidade e não a responsabilidade dos outros. No caso dessa moça, seu sofrimento advém de tentar carregar sozinha uma responsabilidade compartilhada. Gosto de vários pontos da doutrina espírita, mas acredito que assim como outros ensinamentos, é uma doutrina mal interpretada. Tais doutrinas são baseadas nos ensinamentos cristãos – mas sinto que as maiorias dos cristãos ficaram tão acostumadas a ver a imagem de Cristo na cruz, que se recusam a abrir seus ouvidos e olhos internos para ouvir e ver o que esse mestre realmente quis transmitir. Certa vez uma amiga, formada em psicologia, me falava que algumas pessoas encontram prazer na dor, pois quando a depressão atinge níveis muito profundos o próprio indivíduo busca no seu interior mecanismos de fuga. Como é difícil imaginarmos e até sentirmos que podemos conseguir uma vida plena não tendo como principal recurso o próprio sofrimento. Todas as pessoas têm problemas, sonhos, frustrações, mas o que nos diferenciam uns dos outros e a forma como lidamos com esses elementos. Os ensinamentos estão a nossa disposição, mas precisamos aceitá-los. Choramos por amores fracassados, perdas de empregos, falta de recursos, doenças, mortes, choramos e nos martirizamos por várias dessas situações. O choro pode ser uma terapia, mas pode também se transformar numa maldição. Tudo tem um término. Estamos nesse planeta para buscar um aprimoramento. Os ensinamentos estão a nossa disposição, mas o maior ensinamento de todos é aquele que nos ensina a aprender. O sofrimento é um acúmulo de fardo. Se tentarmos parar de levantar um fardo maior do que possamos carregar, poderemos aprender com o sofrimento. Poderemos ver as lições das situações vividas. Não temos que carregar a responsabilidade do outro. A sabedoria esta disponível. “Não voz inquieteis, pois pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal."

2 comentários:

caliel disse...

A carga se torna insuportavel...
Tudo no meu ponto de vista é como devemos encarar a batalha, é dificil para cada individuo somos unico, meu ver nao é a visão do meu próximo ai como posso dizer faça assim é mais facil pra mim pode ser mais para ele talvez seja até o caminho mais dificíl...
Antes da vitoria vem a dor...
como cada corredor em uma corrida, ele mesmo com caibras contunua seu percuso pois se ele desistir a caibra contunua e perde a corrida além do mais ele para no tempo no meio do caminho e terá de toda forma enfrentar o percuso..
não sabemos o porque, muitos estao sorrindo enquanto no mesmo segundo outros estao em plantos...mais como vc conclui cada dia seu mal...
"O destino é cego"
Namasthê
muito bom seu texto...bom final de semana!
encontrei sua mensagem na minha caixa de e-mail do orkut...

Anônimo disse...

Fátima, mais uma vez parabéns.
Eu creio que nós é que temos a responsabilidade de mudar nosso destino. E é aí que Deus age, quando vê nosso esforço em melhorar a nós mesmos e o mundo ao nosso redor!
bjs